Dicas pra escolher o seu Vestido de Noiva ideal

vestido-de-noiva-sitio-meio-do-mato

Hoje o Dicas de Casamento falará de um item mais que importante: Como escolher o seu Vestido de Noiva ideal.

Quando ficamos noiva vem à mente um monte de coisas pra pensar e escolher….um dos itens que leva os pensamentos de qualquer noiva à loucura é o Vestido de Noiva e como escolher o vestido ideal? Quando procuramos o vestido de noiva dos sonhos é importante saber qual modelo iremos pesquisar para não se perder em meio a tantas opções….temos que aliar o tipo do nosso corpo com o nosso estilo e o tipo do casamento: se será na praia, no campo, casa de festas mais tradicional, etc….porque o Vestido de Noiva e o Terno do Noivo precisam estar alinhados com o estilo do casamento…assim mesmo como o traje dos convidados.

Antes de ir às compras com sua mãe, irmã, madrinhas, etc. estude o seu perfil, é muito importante que você esteja confiante vestida de noiva antes de sair com pessoas que estão tão ansiosas quanto você para te ver de noiva. Além disso, cada pessoa te imagina uma noiva diferente, isso torna a experiência cansativa e frustrante. Um outro ponto é estar melhor informada para ter uma conversa um pouco mais técnica com a lojista, costureira ou estilista. Recomendo que prove alguns vestidos sozinha e quando estiver confiante e confortável vestida de noiva, leve as pessoas que selecionou para participar desse momento com você. Tente manter o seu grupo até 3 pessoas para que possam realmente curtir essa jornada juntas.

casamento-niterói-mariana-alexandre-002Vestido: Ateliê Maria Figueira

 

Como escolher o seu Vestido de Noiva:

1. Tipo de corpo

 

Retângulo – ombros e colo do mesmo tamanho que o quadril e a cintura não é muito definida);

Pêra – quadril maior que os ombros e colo;

Oval – o corpo é mais arredondado;

Triângulo Invertido – ombros e colo maiores que o quadril;

Ampulheta – ombros e colo são do tamanho equilibrado com o quadril e a cintura é definida.

tipos-de-corpo-feminino

2. Estilos

 

Romântico: estilo menos ostensivo, com muita renda e referências retrô, combina: noivas mais delicadas e festas intimistas ou diurnas;

Clássico – cintura marcada, saia mais volumosa e uso de tecidos como tule, para noivas que sonham em se casar como princesas e combina mais com uma festa grande e noturna;

Boho Chic – tecidos fluidos, de corte levemente reto e pode ter um toque floral, para mulheres de estilo marcante e casamentos ao ar livre (praia ou no campo);

Sexy – cortes e tecidos capazes de evidenciar mais o corpo da noiva e combina com noivas sensuais e festas noturnas;

Contemporâneo – como a arte, o estilo contemporâneo é uma mistura de referências, costuma ter um corte mais clean e é ideal para noivas modernas, servindo tanto para festas noturnas quanto para as diurnas;

Moderninha  vestidos curtos, muitas texturas (como plumas), unhas e sapatos coloridos, optando por mostrar suas tatuagens com decotes pensados estrategicamente para tal fim;

Vintage – noiva romântica, nostálgica e que adora revitalizar os velhos costumes, muitas vezes, esta noiva quer homenagear a mãe ou a avó, usando ou reformando o vestido de noiva que usaram…e, porque não usar o vestido usado pela sua mãe?

A estilista Maria da Paz deu um conselho muito bom para se pensar ao começar a escolher o vestido de noiva ideal: “A primeira coisa é saber que tipo de ambiente, horário e cerimônia será o casamento. E o mais importante: sua personalidade! A partir desses 3 pontos começa toda a pesquisa de tecido e modelo.” É necessário a noiva pensar como será o casamento, o que ela quer passar, como ela é, e como ela quer se sentir como noiva.

Com 8 e 6 meses de antecedência é o tempo ideal para definir o local em que a noiva vai fazer o vestido, se vai comprar ou alugar. Começar uma produção com muita antecedência pode provocar dúvidas e mudanças desnecessárias no modelo original. A tendência é a autenticidade e a fuga do padrão tradicional e clássico. Vintage, Rock, Boho-Chic e minimalista são as principais inspirações das noivas mais antenadas e descoladas.

Conversei com a Vanessa do Ateliê Maria Figueira e ela deu umas dicas super valiosas: “O vestido ideal é aquele que realça o que a noiva deseja realçar, ou seja, os seus pontos mais fortes, sem ser vulgar ou escandaloso, pois uma cerimônia de casamento não é a ocasião adequada para isso. Noivas magrinhas podem optar por um vestido sereia. Noivas com muito busto devem evitar decotes exagerados. Os biótipos oval e quadrado pedem vestidos que realcem e marquem a cintura. Já quem tem corpo em forma de triângulo invertido se beneficia das saias volumosas. Dizem que o ampulheta é o formato de corpo ideal e qualquer modelagem lhe cai bem, nesse caso, prevalece o gosto pessoal da noiva”.

 vestido-de-noiva-maria-da-paz    Vestidos: Maria da Paz

3. Tipo de Casamento

 

Casamento Diurno: As rendas são mais bem vindas para casamentos diurnos, com pouco bordado ou sem. Os vestidos, vêm geralmente com pouco volume e bem fluidos, até mesmo minimalistas. Aplicações localizadas em renda, com um pouco de pérolas ou brilhos discretos, confere um toque romântico ao vestido.

Casamentos Noturnos: Para eventos maiores, o vestido de noiva deve ser glamouroso, com modelagem rica, com tecido mais estruturado, como o cetim bucol. Deve ser um vestido volumoso e rico em detalhes, com abundância em rendas, bordados, brilhos e pedrarias. 

vestindo-a-noiva-120Vestindo a Noiva – 2015

A Tati Mayor dona da Dress Voyage – é uma empresa de consultoria para noivas que viajam para os Estados Unidos em busca do vestido dos sonhos – deu algumas dicas para que a noiva leve em conta no momento da escolha:

“O primeiro passo para encontrar o vestido ideal é parar e analizar a sua personalidade e o estilo de casamento que deseja ter (clássico, romântico, alternativo, urbano, despojado ou vintage). Com essa informação definida a escolha do modelo deve ser coerente com essas duas partes + a silhueta do seu corpo. Assim como um vestido de festa, tente focar nos cortes e caimentos de tecidos que valorizam os atributos. A regra geral é não tente um estilo novo para o seu casamento, esse não é um momento para ousar ou inovar.

Eu costumo dizer que cada estilista desenha com um estilo de noiva na cabeça. No mundo digital de hoje em dia, é fácil a gente se perder com tantas inspirações maravilhosas, com tantos estilistas nacionais e internacionais surgindo. Se você focar nas dicas anteriores, as redes sociais, blogs e websites podem ser seus maiores aliados para selecionar os estilistas que tem todo o seu perfil.

Não adianta vc olhar amar um vestido no corpo de uma noiva que tem a silhueta completamente diferente da sua e desejar que o vestido fique igual em você. Busque por vestidos lindos no corpo de noivas com a silhueta similares da sua.”

Resumindo:

1) entenda sua personalidade

2) escolha o estilo do seu casamento

3) opte por estilistas que produzam vestidos para noivas com seu biotipo e estilo de casamento.

vestindo-a-noiva-094
Vestindo a Noiva – 2015
 vestindo-a-noiva-026
 Vestindo a Noiva – 2015

4. Alugar ou fazer sob Medida?

 

Na realidade, as duas opções trazem vantagens e desvantagens. O aluguel deixa o vestido mais em conta, mas você terá que devolvê-lo após o casamento. Se fizer sob medida, possivelmente pagará mais caro, mas a costureira poderá fazer o vestido personalizado para você e depois você poderá usá-lo para fazer um lindo ensaio pós-casamento e aproveitar um pouco mais o seu vestido.

Aproveite seu tempo de pesquisa de modelos e detalhes que você mais gosta e saia provando vestidos que, eventualmente, poderia alugar. Assim, você pode encontrar uma opção de que goste e, se optar por mandar fazer ou comprar, vai ter uma boa ideia dos modelos que caem bem no seu corpo. Ao mesmo tempo, procure indicações de estilistas de confiança, que já tenham feito vestidos de noiva.

Hoje em dia os estilistas Israelenses estão super em alta nas redes sociais, mas apesar das noivas amarem, os vestidos Pronovias, Allure ainda são os preferidos. No ano de 2015 houve um aumento de casamentos sendo realizados ar livre e, com isso a procura de vestidos estilo boho e vintage vem crescendo bastante. Essa tendência irá se extendeu para 2016 e acredito que também será em 2017 – comentou a Tati Moyer da Dress Voyage.

casamento-niteroi-mariana-alexandre-174
Vestido: Ateliê Maria Figueira

5. O que levar no dia da prova?

 

Independentemente de ter alugado ou ter feito sob medida, há a necessidade de provar o vestido várias vezes para garantir que estará perfeito no grande dia. Então, sugiro que providencie os acessórios que você vai usar no casamento e faça as provas com eles — sapato, brincos e/ou colares, pulseiras, acessórios de cabelo e até a lingerie! Parece exagero, mas não é, as peças íntimas e os sapatos podem influenciar bastante nos ajustes finais do modelo, como a marcação da cintura, dos seios e da altura da barra. Os acessórios devem ser testados para que você fique totalmente segura de sua decisão e que também possa confirmar se ficará confortável com todos os itens que pretende usar nesse dia tão especial.

 

6. Sobre o Dress Voyage

A Tati me explicou um pouquinho como é a consultoria da Dress Voyage:  começa com uma conversa por telefone, onde ela explica os serviços e tira algumas dúvidas básicas, em seguida a noiva preenche um formulário e inicia o processo da consultoria. Baseado nas respostas desse formulário, elas conversam por Skype para ter certeza que as informações e inspirações da noiva estão alinhadas com a realidade. Nesse mesmo encontro, ela seleciona as lojas, valores de vestidos e designers, também responde perguntas mais específicas sobre a programação.
 
Depois ela agenda nas lojas, faz uma pré-seleção de produtos e quando a noiva chega na cidade elas vão juntas em busca do vestido. Na primeira loja uso táticas para ajudar a noiva se conhecer como noiva e consequentemente controlar a inevitável ansiedade, isso nos ajuda a criar uma atmosfera perfeita para que a noiva consiga se identificar com o seu vestido perfeito.
 
Devido às mudanças econômicas acontecendo no Brasil, ela criou novos serviços para acompanhar as novas necessidades das clientes:
 
– Um serviço econômico de acompanhamento via whatsapp na cidade de Miami.
– Foi criado o Vestindo a Noiva: um showroom sazonal no Rio de Janeiro com vestidos de designers top e preços promocionais. Uma consultoria grátis sem sair do Brasil.

 

 

E então, está pronta para escolher o seu vestido de noiva? Se tiver alguma dúvida entre em contato com as estilistas e consultora do artigo:

Ateliê Maria Figueira – ateliemariafigueira.com

Estilista Maria da Paz – mariadapaz-estilista.blogspot.com.br

Consultora Tati Mayor do Vestindo a Noiva – dressvoyage.com

 

fashion-tea-129Vestido: Maria da Paz

“Entender a própria identidade e não deixar de ser ela mesma. Buscar o equilíbrio entre a noiva que ela quer ser e a pessoa que realmente é. É importante não deixar a personalidade de fora nesse momento único! Independente do estilo do vestido a ser escolhido, clássico ou alternativo, o importante é não deixar que o próprio estilo pessoal seja apagado. A Noiva não é uma personagem, portanto, recomendamos ser quem você é sempre!”  enfatiza a Vanessa, do Ateliê Maria Figueira.

fashion-tea-136Vestido: Maria da Paz

vestindo-a-noiva-154Vestindo a Noiva – 2015

 editorial-casamento-serra-280Vestido: Maria da Paz

Dica: Não abra mão de um vestido elegante e chique, mesmo que seu casamento seja para poucos!

casamento-making-of-noiva-rachel-diego-010Vestido: Ateliê Maria Figueira